As 17 Cidades Mais Perigosas Do Brasil

A violência urbana apresenta diversos motivos, como por exemplo, guerras, miséria, discriminação, desemprego, entre outros. Para saber quais as cidades mais perigosas, leia este artigo.

Além disso, a violência do Brasil já vem desde as bases históricas, nos primórdios da colonização, o que vem agravando ainda mais e apresentando diferentes localizações perigosas.

Dessa forma, a violência se espalha pelas cidades, em busca de novos territórios e tem ultrapassado as barreiras sociais de todas as classes sociais, de qualquer faixa étnica.

 

 

Quais as cidades mais perigosas?

Confira as cidades mais perigosas do Brasil:

  • Vitória – ES

A cidade de Vitória é considerada uma das melhores cidades mais morar no Brasil. Porém, ela apresenta um alto índice de violência, possui em média 707 homicídios por ano.

  • Teresina – PI

Conhecida como Cidade Verde, devido ter grande quantidade de árvores presentes nas ruas.

É a capital mais desenvolvido do Nordeste, mas apresenta um alto nível de violência urbana, possui uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 37,05.

  • Campina Grande – PB

Ela é destacada por sem um dos maiores polos universitários brasileiro, além de ter grandes eventos de música, religiosos e populares.

Campina Grande é considerada uma das cidades mais perigosas, sua taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes é de 37,29.

  • Salvador – BA

A capital baiana é considerada uma cidade turística, sendo a capital mais rica do Nordeste.

Ela apresenta um grande índice de desigualdade, pois enquanto existem bairros com o IDH superior ao de países da Europa, outros já são inferiores ao de países pobres da Áfricas.

Possui um alto índice de homicídios, sua taxa por cada 100 mil habitantes é de 51,58.

  • Feira de Santana – BA

Feira de Santana é um dos principais centros industriais e comerciais do país, a criminalidade tem se desenvolvido bastante. Apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 58,81.

  • Aracaju –SE

Aracaju também é considerada uma das cidades mais perigosas, apresenta baixo custo de vida e menor desigualdade social.

Seu nível de homicídio teve um crescente de 60%, o índice da taxa de homicídio por cada 100 mil habitantes é de 58,88.

  • Vitória da Conquista – BA

Ela possui destaque devido a cidade ter tido grande avanços na indústria, comércio e turismo.

Vitória da Conquista também apresenta um grande crescimento na violência e no número de homicídios. Sua taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes é de 70,26.

  • Natal – RN

A cidade de Natal é considerada uma das cidades mais perigosas do Brasil, devido à grande disputa pelo controle de tráfico de drogas e o insuficiente investimento na segurança pública por parte do Estado.

Apresenta o maior índice de homicídio por cada 100 mil habitantes de 102,56.

  • Fortaleza – CE

Fortaleza é destacada por ser a segunda cidade com maior destino turístico, ficando atrás apenas do Rio de Janeiro. Porém, apresenta destaque em turismo sexual no país.

Apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 83,48.

  • Manaus – AM

Manaus possui uma taxa de crescimento muito grande, devido ser a capital do maior Estado brasileiro. Apresenta um grande índice de violência. Apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 48,07.

  • Campos de Goytacazes – RJ

É a única cidade do Rio de Janeiro que entra no ranking, por mais que tenha muitos homicídios e a capital viver em crise de segurança pública, o número da população é muito grande, tendo o número de homicídios baixo.

Apresenta a taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 37,53.

  • Macapá – AP

Macapá é conhecida pela metrópole mais ao norte do país, apresenta a taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 40,24.

  • Porto Alegre – RS

Tem apresentado um aumento significativo do índice de violência, sua taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes é de 40,96.

  • João Pessoa – PB

João Pessoa é uma das cidades mais antigas do país, está localizada a Ponta do Seixas. Apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 49,17.

  • Maceió – AL

Maceió é a capital alagoana, possui uma taxa de urbanização de 99,75% e a região metropolitana da cidade abarca outros 10 municípios. Além disso, ela recebe grandes eventos e é polo turístico.

É a capital com maior média de assassinato de adolescente no país, apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 63,94.

  • Belém – PA

Belém é uma das cidades mais perigosas, devido ser a segunda maior cidade do Norte do Brasil, conhecida como Cidade das Mangueiras, e também umas das mais violentas da região.

Apresenta uma taxa de homicídios por cada 100 mil habitantes de 71,38.

  • Recife – PE

Recife é uma das cidades mais populosas do Brasil, possui um aglomerado urbano com maior Produto Interno Bruto (PIB) da região Nordeste. Mas, desde 2014 vem apresentando um crescente na quantidade de homicídios.

Apresenta uma taxa de homicídios por 100 mil habitantes de 54,96.

 

 

Por que as cidades são tão perigosas?

A violência tem sido um dos grandes problemas do Brasil, desde o seu fenômeno histórico, com a escravidão e depois a colonização. E vem apresentando cada vez mais índices elevados de criminalidade.

Diversos fatores contribuem para o aumento da criminalidade, tais como a urbanização acelerada, pois devido ao grande fluxo de pessoas para as áreas urbana o que gera um desordenamento das cidades.

Além disso, o Brasil sofre muito com a calamidade social, associadas ao desemprego, como fator gerador da desigualdade social, o que gera fome e miséria.

Como combater a criminalização ?

Para combater a criminalização deve ser de forma gradual, para eliminar todos os fatores geradores da violência, desde os mais superficiais até os mais difíceis. Além disso, deve ser adotado medidas para aumento de empregos e salário.

Outra medida importante é o investimento na educação, para formar pessoas capazes e instruídas para reivindicarem seus diretos e cumprir com seus deveres.

De forma urgente para combater a criminalização é fazer uma reforma político-social, aliada a um resgate intenso dos valores, de forma que todos tenham consciência que todo possui direitos iguais.

Essa reforma depende do Estado, mas também da sociedade para ajudar a diminuir a violência das cidades mais perigosas do Brasil.

    Deixe uma resposta

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *